N

Neste blog por vezes escreve-se segundo a nova ortografia, outras vezes nem por isso.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

NOJO

A última jogada foi o resumo do jogo. O árbitro dá amarelo a um jogador por queimar tempo na marcação de um pontapé de baliza. O jogador sai, o guarda-redes chuta e acaba o jogo quando a bola vai no ar. Há coisa mais ridícula que isto?
De resto, um jogo contra o azar e contra duas equipas nojentas. Desta vez perdemos. Como disse o Luisão: “fomos parados de várias formas”.

JL

16 comentários:

  1. Brincar aos médicos dá nisto, jogar sem laterais esquerdos por incompetência do Dpt Médico, jogar sem Jonas este tempo todo?
    Rui chouriço perdeu o campeonato hoje!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outro burro. E cego! Não deve ter visto a pouca vergonha!
      Houve dinheiro dado aos jogadores Marítimo e houve um árbitro conhecido adepto dos corruptos! Quantos livres ficaram por marcar? Com um jogo para a Champions os jogadores do Benfica foram nitidamente intimidados com a cumplicidade do árbitro.

      Eliminar
    2. Anónimo. Vai limpar a cueca que parece que tiveste uma ejaculação...

      Eu sei que amanhã é contra o compadre Couceiro mas olha que no final da jornada ainda vais olhar para a tabela e no primeiro lugar vai lá estar BENFICA

      Eliminar
  2. Exactamente. Nojo foi o que senti durante o jogo. Nojo dos maritimistas só com anti-jogo e só com porrada. E nojo dum árbitro que levava a lição bem estudada. Acho que nunca senti tanto nojo no futebol.

    ResponderEliminar
  3. Hoje, durante noventa minutos, voltei aos anos 80/90 e a reviver toda a podridão de volta,... Como é que este f p pode ganhar dinheiro e vá se lá saber o quê mais, de apito na boca,...???

    ResponderEliminar
  4. Quando não conseguimos ganhar ao marítimo, mesmo com anti-jogo e uma arbitragem no mínimo asquerosa, é porque não fomos suficientemente dignos de envergar o Manto Sagrado.
    Andar em campo a fazer a merda que fizeram o Luisão, o Lindelof, o Mitroglu, o Guedes, o Salvio, o André, o Jiménez ou o Pizi, é que foi a razão da nossa derrota.
    Dessas prestações é que eu tenho que sentir nojo, porque essas são da nossa gente. As outras não as podemos controlar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falta de dignidade costuma mais ser o teu presidente a invocá-la depois de uma derrota.Nós no Benfica trabalhamos mais ainda se for possivel para corrigir o que esteve mal.
      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Eu sou o Anónimo de 3 de dezembro de 2016 às 00:36.
      Reitero em absoluto o que disse. Sinto nojo de alguém andar vestido com o "Manto Sagrado" a fazer a merda que ontem fizeram na Madeira os que referi.
      Podes achar-te o supra-sumo do benfiquismo por defenderes, e desculpares, tudo o que se passa na "nossa casa", mas eu acho isso apenas uma idiotice. Também defendeste termos tido o Vale e Azevedo como presidente, o Fernando Mendes a jogar com a nossa camisola e o Artur Jorge como treinador?
      Eu não!!! E isso é que ser benfiquista e defender o Benfica!!!

      Eliminar
    3. Por acaso é uma comparação inteligente, Vale e Azevedo comparado com esses nossos jogadores.Sim, não é um, ou dois, ou três, é meia equipa.

      Podes dizer o que quiseres, para mim quem sente nojo dos nossos jogadores, e os acha indignos de vestir a camisola porque perderam, se é Benfiquista, que não acredito, esse sim é indigno de ser adepto do clube.

      Posso não ser o supra-sumo do Benfiquismo, mas tu deves ser o supra-sumo do anti-benfiquista.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    4. Ajudava um bocadinho se fosses capaz de ler o que eu escrevi. Só por má fé, ou ignorância, alguém poderá ter inferido do que eu escrevi que estava a comparar Vale e Azevedo aos jogadores da actual equipa que referi, ou sequer a comparar "o" jogador que eu referi (o execrável Fernando Mendes...) aos jogadores que referi no meu comentário.
      O que eu te perguntei foi se também tinhas defendido o Vale e Azevedo, o Fernando Mendes ou o Artur Jorge, quando eles estiveram no Benfica e fizeram a merda que fizeram!
      Percebeste, ou queres que te faça um desenho?
      Quanto ao meu benfiquismo, fica comigo. Como está desde sempre. Mas o meu, talvez ao contrário do teu, foi "moldado" nos tempos em que os jogadores tinham orgulho em jogar no Benfica, davam, sempre, tudo em campo, e nunca pensavam em contratos com outros clubes, porque o Benfica era realmente enorme. Por essa altura, "menino" que "não desse o litro", se desinteressasse do jogo, pensasse apenas em si mesmo e no seu futuro, ou fizesse merda, por incúria, desleixo ou omissão, não "calçava" mais. Talvez não fosses nascido, mas nessa altura tivemos grandes equipas, fomos campeões europeus, e discutíamos os nossos jogos taco-a-taco com qualquer adversário. Nem sempre éramos melhores, mas lutávamos sempre até aos limites, nunca virávamos a cara à luta, e nunca facilitávamos. O resultado dessa exigência e abnegação construiu o Benfica que fomos... e que a aceitação da mediocridade, por via do apoio cego, acéfalo e incondicional que aqueles como tu defendem, está a destruir.
      O que tu defendes não serve o Benfica; antes o enfraquece.
      E já agora, deixa de te armar em pateta e de insinuar que os outros fazem comparações pouco inteligentes, porque observações desse tipo são precisamente a prova da falta de inteligência com que se abordam as situações...
      Saudações benfiquistas.

      Eliminar
    5. Para encerrar da minha parte este assunto, porque não vou andar aqui a medir tamanhos de benfiquismo, não tenho nenhum benficómetro e avalio o que escreveste e não a pessoa que és.Terei avaliado mal o facto de seres benfiquista, continuo a criticar a maneira como te referiste aos nossos jogadores, e a comparação que fizeste. Está escrito, e eu sou tudo menos iletrado.

      Quanto ao meu seguidismo, é só consultar o que sempre escrevi na net, votei em Vieira pela primeira vez nestas eleições, nunca votei Vale e Azevedo, e estive nos locais próprios com os meus votos na altura a fazer aquilo que era permitido nas famigeradas assembleias do voto de braço no ar.

      No entanto, aprendi precisamente com o Benfica o valor do compromisso, da lealdade e da tolerância, e criticas desajustadas, deselegantes e acintosas são tudo menos o que é preciso ao fim de 10 meses sem derrotas!!!

      Sou do Benfica de sempre e para sempre, sócio há mais de 30 anos, por isso já percorri de mãos dadas com o Benfica muito caminho, e nesta jornada de benfiquismo nunca desrespeitei nem os seus símbolos, nem os seus colaboradores, e uma critica pode ser construtiva, elegante e urbana, precisamente o contrario do que fizeste.
      Reflete nisso se quiseres, senão o fizeres o problema é teu, serás um dos benfiquistas das horas boas, eu continuarei a ser um de todas as horas.

      I rest my case.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    6. Presunção e água benta, cada um toma a que quer.
      Expressões como "Por acaso é uma comparação inteligente..." (sic.) são de uma construtividade, elegância e urbanidade irrepreensíveis, não?
      Cada um é como é, e isso é irrevogável. Tu continuas a arrogar-te o direito de achares que os outros tem que ser como tu e, num misto de lógica "Trumpeana" e de democracia norte-coreana, até te permites escrever (com incorreções...) enormidades como a que fecha o teu último comentário: "Reflete nisso se quiseres, senão o fizeres o problema é teu, serás um dos benfiquistas das horas boas, eu continuarei a ser um de todas as horas." (sic.)
      Realmente surreal...
      Para não te ficar atrás, mas porque a minha via é claramente diferente, termino dizendo: Fico-me por aqui...
      Saudações benfiquistas

      Eliminar
  5. Mitroglou, Salvio, Rafa, Raul falharam golos de forma indecente, vergonhosa mesmo.
    Luisão e Lindelof permitiram que um tipo quase sem saltar fizesse um golo de costas para a baliza.
    O resto são vitórias morais e historietas mas isso é mais o departamento dos nossos vizinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tres anos seguidos de vitorias morais.Obrigado a esses e outros jogadores e tecnicos que nos proporcionaram essas vitorias morais.

      Eliminar
    2. Ó Indigo, já percebi que és o guardião da moral e dos bons costumes.
      Falei do jogo de ontem, não dos últimos 3 anos. Era isso que estava em causa. Ou não ???

      Eliminar