N

Neste blog por vezes escreve-se segundo a nova ortografia, outras vezes nem por isso.


terça-feira, 6 de outubro de 2015

OS BOLOS DOS TOLOS


A noite ia alta e um dimensionado assessor profissional babava-se em direto, ao lado um empresário de eventos, enfadado, nem rir conseguia, em frente um pseudomédico reclamava, em silêncio, a sua dose de whisky diária. Enquanto o profissional televisivo de serviço parecia estar a segurar uma palhinha com as bordas do rabo, Bucha de Carvalho retira de um saco manhoso, uma caixa gravada com o Rei Eusébio. Foi o único momento em que os nossos olhos descansaram da lixeira a céu aberto que se tinha tornado o programa.

A caixa, esteticamente irrepressível, é de uma elegância incomparável. Aquele momento parecia um jaguar a passear numa rua do Cacém. O Presidente do Sporting – sim, parece inacreditável, mas estava ali presente um dirigente de um clube – mostra que está lá dentro. Uma camisola da coleção vintage do Benfica, dessas que estiverem a 20 euros no ano passado, promoção que muitos aproveitaram, e um voucher para quatro refeições na Catedral da Cerveja, daqueles que recebemos em Quarteira, à saída da praia, com vista a uma evangelização de timesharing.

O papudo começou logo a fazer contas de cabeça e recordando as noites gloriosas de alterne, meteu o champanhe ao barulho. Com um luxo desses, as prendas, anualmente, são metade do ordenado do Jesus. Concluiu, contente, a sentir o líquido a borbulhar no nariz. Como é simples a vida dos tolos.    

JL

4 comentários:

  1. Correcção: O Voucher não era para 4 refeições, mas sim para 4 entradas no Museu da Cerveja, SEM DIREITO a jantar. Ou seja, DUPLA MENTIRA do ranhoso.
    Excelente texto.

    ResponderEliminar