N

Neste blog por vezes escreve-se segundo a nova ortografia, outras vezes nem por isso.


quinta-feira, 30 de agosto de 2012

CASINO ROYALE


No final do sorteio da liga dos campeões, enquanto não encontrava o comando para mudar de canal, ainda assisti à deprimente atribuição do prémio de melhor jogador da Europa, ou da Espanha, ou outra coisa do género. São tantos os prémios que já nem sei.

A certa altura o ambiente tornou-se familiar e pensei que ainda aparecia por ali a Júlia Pinheiro a expulsar um dos concorrentes, mas o Platini fez bem o papel e contribuiu para mais uns orgasmos dos comentadores lusos que estavam no estúdio.  

Sintomático foi o facto do apresentador, que até é português, falar em castelhano com o Iniesta e o Messi e falar em inglês com o Ronaldo. Pior só a cara do menino Ronaldo quando foi anunciado o vencedor.    

Tudo com um glamour pseudo-cinematográfico, mas tão artificial como o relvado do Spartak e que nada tem a ver com o futebol que nós conhecemos. Futebol com sabor a lama, cimento, bifanas e cerveja. O senhor Platini gosta de outros sabores. Quando a simular suspense virou a estatueta com o nome do Iniesta reparei que estava velho e cansado. Aliás todos naquela sala me pareceram velhos e decadentes. A corrupção faz mal à pele.

 
JL

1 comentário: